Ouça agora

Ouça agora

Instagram está testando anúncios que não podem ser pulados, relatam usuários

Imagem Noticia

Imagem: Wachiwit/Getty Images

Compartilhe agora

Postado em 04/06/2024 por Sistema Plug

O Instagram está testando anúncios no feed que não podem ser pulados, segundo usuários do X (antigo Twitter) e Reddit. De acordo com os relatos, as pessoas foram surpreendidas com propagandas que possuem um contador decrescente, que deve ser zerado antes que elas possam voltar a acompanhar as postagens da linha do tempo.

O suposto recurso está sendo chamado de “ad breaks” ou “intervalo publicitário”, e será exibido aleatoriamente, enquanto o usuário navega. A novidade possivelmente é um teste que está sendo exibido para uma parcela muito pequena de pessoas. Mesmo assim, eles foram capazes de chamar a atenção na internet ao descrever como a novidade é intrusiva e frustrante.

De acordo com os usuários, quando a janela do anúncio aparece, é necessário aguardar entre três e cinco segundos para continuar navegando. A abordagem é muito parecida com propagandas exibidas em apps e jogos gratuitos.

Um dos pontos citados por quem passou pela nova experiência na rede é que é simplesmente impossível fechar a propaganda. Um dos usuários disse que quando aconteceu com ele, a única reação foi fechar a plataforma para se livrar da chateação.


Experiência pode ser pior que no YouTube

O YouTube adotou os anúncios que não podem ser ignorados há alguns anos, para determinados anunciantes. Logo, a estratégia não é uma novidade no mercado. O problema é que o conteúdo do Instagram é muito mais dinâmico e requer menos tempo de engajamento.

Qualquer interrupção pode irritar muito mais os usuários da plataforma do que em uma rede social focada em vídeos longos.

A duração de um vídeo no YouTube é suficiente para que uma pessoa veja dezenas de memes no Instagram, entre imagens e vídeos no Reels. Por isso, os “contemplados” com a novidade disseram que se sentiram encorajados a não permanecer online. Um deles falou que esses anúncios “interrompem o fluxo do usuário”.

No caso do YouTube, o Google tem sido rigorosa em relação aos usuários que utilizam os bloqueadores de anúncios. A plataforma de streaming conta com um plano Premium que retira a publicidade.

Resta saber se a Meta deseja levar os anúncios não ignoráveis adiante no Instagram e lançar planos pagos sem propagandas.